sexta-feira, 1 de julho de 2016

Doces Anjos

 photo elbbfp1j_zpskngfp4iq.jpg
 photo anges710_zpsgd5knjuo.jpg  photo 8yoq063m_zpskq1e3rnw.jpg  photo f3df8999_zpsnwhe7eca.jpg photo f984c79c_zpskajoppfg.jpg  photo 23syres_zpsenwxdmbc.jpg

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Encantamento


Encantamento

Se ela balança seu cabelo ao vento
E polvilha seu perfume na vida,
A natureza toda, seduzida,
Perde a meada, perde o pensamento,
Para acompanhá-la assim, desentendida,
Qual quem quer nada... E o mundo todo atento:
Cada suspiro, cada movimento
Comove a Terra, da paixão vencida...
Em cada passo seu há um monumento
Ao platonismo sem voz, sem saída,
Sem esperança, vivo às escondidas,
De sonho, de ilusão, de sofrimento...
Mas seu perfume cura essas feridas
Se ela balança seu cabelo ao vento...

 Ederson Peka